Publicado en ELETIVA

O mundo é um placo!!!  E você é o protagonista desta história!

Por que és tu, Julieta?

Romeu e Julieta é uma das histórias mais celebradas e reproduzidas do mundo. O romance escrito por Shakespeare há mais de 400 anos ainda colhe frutos na cidade de Verona, na Itália, onde a trágica história se passa.

Um fenômeno ocorre há alguns anos: milhares de cartas dirigidas apenas para «Julieta, Verona» chegam de todo o mundo em busca de respostas para problemas amorosos. E as «Julietas» estão prontas para responder e manter viva essa extraordinária tradição!  

Filme Romeu e Julieta

Produza uma sinopse do filme

Avaliação sobre Romeu e Julieta

VOCÊ SABE O QUE É RELEITURA?

RECONTO? RELEITURA?

Há algumas diferenças de nomenclatura e classificação desse tipo de obras que podem nos ajudar a organizar um pouco mais todas essas possibilidades.

De acordo com a professora Beth Cardoso, que é especialista no tema e doutora pela USP, reconto mantém a maior parte das características da narrativa original.

Já a releitura é mais livre: “uma intertextualidade, que parte do conto da tradição oral para estabelecer uma nova narrativa, em diálogo com a tradição”.

Fonte: https://blog.brinquebook.com.br/sala-de-leitura/os-contos-de-fadas-em-sala/

ATIVIDADE SOBRE RELEITURA- FOCO EM ROMEU E JULIETA

PLANO DE AULA- IDEIAS E PARA ELETIVA E ESTUDOS EM GERAL

TEATROS

Storytelling:

A metodologia Storytelling como ferramenta
pedagógica, ou contação de histórias. Para Valença e Tostes (2019), o storytelling é uma prática que utiliza recursos de memória, da transmissão de valores. São narrativas que reproduzem símbolos por meio de uma estrutura argumentativa, permeada por
instrumentos de persuasão e comunicação.
No entanto, diferentemente da tradição oral de contar histórias, o storytelling pressupõe que a audiência reaja à narrativa, participando ativa e
conjuntamente da construção da aprendizagem.
Para Souza (2007), a organização e a construção de narrativas de si
implicam colocar o sujeito em contato com suas experiências formadoras, as
quais são perspectivadas a partir daquilo que cada um experenciou por meio de
símbolos e subjetivações construídas ao longo da vida.

Deja una respuesta

Introduce tus datos o haz clic en un icono para iniciar sesión:

Logo de WordPress.com

Estás comentando usando tu cuenta de WordPress.com. Salir /  Cambiar )

Imagen de Twitter

Estás comentando usando tu cuenta de Twitter. Salir /  Cambiar )

Foto de Facebook

Estás comentando usando tu cuenta de Facebook. Salir /  Cambiar )

Conectando a %s

Este sitio usa Akismet para reducir el spam. Aprende cómo se procesan los datos de tus comentarios.