Publicado en AULA DE LÍNGUAS, PORTUGUESE CLASS FOR FOREIGNS, Viagens

Para fazer tour, visitas virtuais e viagens por meio de sites


https://www.eravirtual.org/op/
https://driveandlisten.herokuapp.com/

Publicado en Aula de língua Portuguesa 7ºano, Aula de língua Portuguesa 8ºano, PORTUGUESE CLASS FOR FOREIGNS

Verbos

Exercícios sobre verbos no modo indicativo

1. Reescreva o texto a seguir, empregando no modo indicativo e nos tempos solicitados os verbos que estão entre parênteses. Faça a concordância do verbo com o sujeito em número e pessoa, de acordo com o contexto. 

Dança da chuva 

Você (acreditar – presente) na dança da chuva? Em 1998, o Estado de Roraima (ter – pretérito perfeito) quase 1/4 de seu território queimado por causa de uma seca que já (durar-pretérito imperfeito) 3 meses. Depois de frustradas tentativas de apagar o fogo, o governo (decidir – pretérito perfeito) recorrer à crendice popular. Dois índios caiapós, Kuerit e Mantii, (ser – pretérito perfeito) levados do Mato Grosso até Boa Vista para executar a dança da chuva. As passagens e o hotel (ser – pretérito perfeito) pagos pela Funai. Os pajés (dançar – pretérito perfeito) durante 40 minutos, às margens do rio Curupira, pedindo chuva ao espírito de um antepassado. Para surpresa geral, a chuva (vir – pretérito perfeito) e (apagar – pretérito perfeito) a maior parte dos focos de incêndio. 

(Marcelo Duarte. O guia dos curiosos: Brasil . São Paulo: Cia. das Letras, 1999. p. 44.)


2. 
Sublinhe a forma verbal adequada. 

a) A meninada (saiu/saíram) correndo na hora do intervalo. 
b) Durante o vendaval (caiu/caíram) todas as folhas da mangueira. 
c) (É/Sou) sempre eu que levo a culpa. 
d) Os Estados Unidos (fica/ficam) na América do Norte. 
e) Já (chegou/chegaram) os livros que a Janíce encomendou. 
f) (Faz/Fazem) parte do elenco a mãe, o pai e a filha. 
g) Hoje (é/sou) eu que leio o texto. 
h) Oba! Amanhã (começa/começam) as férias.

1. Observe a imagem e responda as perguntas que seguem:
a) Qual o assunto tratado neste texto?
b) Quantos verbos esse texto apresenta no geral, contando desde o título até a última palavra?
c) A expressão “VAI CAIR” presente na imagem poderia ser substituída por apenas um verbo e matéria o mesmo sentido. Que verbo seria esse?
d) Os verbos COPIAR, DEIXAR, CAIR, SER, e REPETIR estão em que forma verbal nesta imagem?
e) Na pergunta: “Por que o senhor nunca FALTA?” A palavra m destaque está em que modo verbal?
2. Complete a letra da música com os verbos que estão faltando:

NA HORA DA RAIVA
HENRIQUE E JULIANO

Encontrei,
Uma caixinha cheia de relatos
Um monte de documentos tão falsos
Nossas vidas…
Em minhas mãos agora
Tá cada parte dessa nossa história
E eu não sei se eu rasgo
Ou jogo fora
E o que é que eu faço agora?
Cometi
A loucura de nossas fotos _________
E uma por uma eu vou ter que _______
Mas foi na hora da raiva
Na hora, na hora da raiva
Naquele segundo
Eu pensei que até te ________
Mas respirei fundo
E vi que eu te __________
Mas _____ na hora da raiva
Na hora, na hora da raiva.

3. Ainda sobre a música acima, responda:
a) Por que o sujeito da música comete tal ato?
b) Como ele fica depois desse ato?
c) Retire dessa música dois verbos na forma de infinitivo.
d) Retire dessa música dois verbos no modo indicativo.
f) Retire dessa música dois verbos no tempo passado.


4. Leia o texto abaixo e circule todos os verbos presentes:
Joãozinho voltou da aula de catecismo e perguntou ao pai: – Pai, porque quando Jesus ressuscitou, apareceu primeiro para as mulheres e não para os homens? – Sei não, meu filho! Vai ver que é porque ele queria que a notícia se espalhasse mais depressa!


5. Grife os verbos das frases abaixo.
a) Choveu muito ontem.

b) Faz frio.c) Não arrumamos o quarto.d) Talvez eu experimente desse sorvete.e) Abra essa porta garoto!f) Toquem a viola e dancem.

g) Resolveremos as atividades após o jantar.h) Gritamos muito

.h) Ah! se meu time vencesse…i) Não jogue lixo nas ruas. 


6. Complete as frases de acordo com os verbos entre parênteses e os tempos pedidos.
a) Preciso passar no vestibular, por isso………….muito. (estudar – futuro).

b) ……………boas lembranças da minha infância. (ter – presente).

c) Marcela e Bruna……………….ao cinema ontem. (ir – pretérito perfeito).

d) Nesta vida…………….o que plantamos. (colher – presente).

e) Pedro………………futebol muito bem se tiver oportunidade. (jogar – futuro).f) Os homens……………….viola durante a serenata. (tocar – futuro).

g) O aluno………………um prêmio ao final do semestre. (ganhar – presente).

h) A menina………………alto durante as aulas. (falar – pretérito imperfeito).

7. Preencha os espaços em branco com as palavras dadas. 
CONTRATARÃO – CONTRATARAM – DISPUTARÃO – JOGARÃO – JOGARAM – JOGARAM – JOGAREM – SERÃO
a) Ontem, os alunos da minha equipe …………. bem.b) Depois de amanhã, a 1ª e a 2ª turma ……………….. a taça final.c) terão de estar muito concentrados para ……………………. bem. d) Caso contrário, os desafios ……………… inglórios.e) Os clubes portugueses …………………….. muitos jogadores estrangeiros, o que é pena.f) Se os nossos jogadores não se preocuparem convenientemente, dentro de pouco ……………….muitos mais. g) No Maracanã foram, sobretudo, os turistas que ………………. bem no futebol. h) Com o tempo e a prática, os portugueses ……………… tão bem como eles.


8. Transformem as locuções verbais destacadas em apenas um verbo.
a)Vou estudar bastante hoje. 

b)Meu cãozinho é amado por todos da família. 

 c)Tenho de ajudar minha mãe nas tarefas da casa. d)Quando cheguei, o professor ia saindo.e)Vamos viajar nestas férias. 

f)No céu, as estrelas pareciam brilhar como nunca.

 g)Ia caminhando sozinho quando avistei você. 

h)Quando meus amigos foram embora, continuei jogando.

QUESTÕES OBJETIVAS

Fonte: http://professorjeanrodrigues.blogspot.com/2018/10/atividade-sobre-classe-de-verbos.html

Leia o texto a seguir:
MORREU DE CONFUSÃO (CARTA DE UM SUICIDA)
Foi encontrada no bolso de um suicida, em Maceió, a seguinte carta:
“Ilmo. Sr. Delegado de Polícia:
Não culpe ninguém pela minha morte. Deixei esta vida porque, um dia mais que eu vivesse, acabaria morrendo louco. Explico-lhe, Sr. Delegado: tive a desdita de casar-me com uma viúva, a qual tinha uma filha. Se eu soubesse disso, jamais teria me casado.Meu pai, para maior desgraça, era viúvo, e quis a fatalidade que ele se enamorasse e casasse com a filha de minha mulher. Resultou daí que minha mulher tornou-se sogra de meu pai. Minha enteada ficou sendo minha mãe, e meu pai era, ao mesmo tempo, meu genro. Após algum tempo, minha filha trouxe ao mundo um menino, que veio a ser meu irmão, porém neto de minha mulher, de maneira que fiquei sendo avô de meu irmão. Com o decorrer do tempo, minha mulher também deu à luz um menino que, como irmão de minha mãe, era cunhado de meu pai e tio de seu filho, passando minha mulher a ser nora de sua própria filha.Eu, Sr. Delegado, fiquei sendo pai de minha mãe, tornando-me irmão de meu pai e de meus filhos, e minha mulher ficou sendo minha avó, já que é mãe de minha mãe. Assim, acabei sendo avô de mim mesmo.Portanto, Sr. Delegado, antes que a coisa se complicasse mais, resolvi desertar deste mundo.
Perdão, Sr. Delegado.”
Da seção “O impossível acontece”, da revista “O Cruzeiro”.


9. No trecho:
“Deixei esta vida porque, um dia mais que eu vivesse, acabaria morrendo louco”
Sobre o verbo em destaque, podemos afirmar corretamente que:
a) Trata-se de um verbo que indica fenômeno da natureza

b) Encontra-se na forma de gerúndio.c) Indica um fato incerto, ou seja, uma hipótese.

d) Apresenta a forma de infinitivo.

e) indica um fato certo, logo está no modo indicativo.


10. No trecho:Não CULPE ninguém pela minha morte
Levando em consideração o verbo em destaque, a frase transmite a noção de:
a) uma ordem

b) um pedido

c) uma acusação

d) uma alegação

e) um autorização  


11. No trecho:
“Deixei esta vida porque, um dia mais que eu vivesse, acabaria morrendo louco.”A locução verbal em destaque pode ser substituída por qual forma simples, sem alterar o sentido do texto:
a) morresse

b) morrac) morreu

d) morri

e) morreria


12. Sobre o fragmento abaixo, podemos afirmar que
“Resultou daí que minha mulher tornou-se sogra de meu pai.”
a) Apresenta três verbos.

b) A palavra “daí” é um verbo.

c) A forma verbal “Resultou” encontra-se na 3ª pessoa do plural.

d) A forma verbal “tornou-se” não se refere a ninguém nesse trecho.

e) As formas “resultou” e “tornou-se” encontram na 3ª pessoa do singular, modo indicativo, tempo pretérito. 


13. A forma verbal em destaque encontra-se no tempo:
“minha filha TROUXE  ao mundo um menino”


a) Presente

b) Pretérito mais-que-perfeito

c) Pretérito perfeito

d) Pretérito imperfeito

e) Futuro 
14. No trecho:”resolvi desertar deste mundo”
Levando em consideração o contexto do texto, O VERBO em destaque significa:
a) abandonar

b) brincar

c) comer

d) viver

e) sonhar 

MAIS ATIVIDADES

Publicado en Aula de língua Portuguesa 7ºano, Aula de língua Portuguesa 8ºano, AULA DE PORTUGUÊS, PORTUGUESE CLASS FOR FOREIGNS

Contos de enigma

Conto de mistério
Os contos de mistério têm como característica uma história que pode ser sobrenatural ou somente um suspense, com uma situação mal resolvida onde as peças vão se encaixando no decorrer da narrativa, sem tantas pistas para o leitor, atingindo o clímax onde há a explicação.
O mistério é um gênero que prende a atenção do leitor pela curiosidade do desfecho, pois não é uma situação clara.
Ele é estruturado com uma introdução das personagens e da trama, o desenvolvimento dos fatos e o clímax, onde a situação de mistério é resolvida.

As características de um conto de enigma são:

> presença de crime ou mistério

> detetives como personagens centrais

> uso da lógica

> vestígios do crime (pistas)

Um conto de mistério ou mistério tem como tema central um crime. Assim, seu objetivo será a investigação e resolução desse fato, contando sempre com um detetive para isso.

Ao longo da história, o autor vai soltando pistas sobre o crime, que ajudarão o detetive a encontrar o verdadeiro culpado.


Tipos de conto: o conto é classificado como um gênero narrativo, ou seja, um tipo de narração. No entanto, existem vários tipos de contos dependendo dos elementos que compõem a história e de como ela pode terminar, dando subgêneros a eles.
Vejamos alguns mais famosos: conto maravilhoso, conto de terror, conto fantástico, conto de enigma.

Sobre o gênero conto de enigma
O eixo desse tipo de narrativa é um enigma a ser desvendado. Seus elementos básicos são: o enigma, a vítima, o culpado, o detetive, as pistas, a solução.
A trama, pode ser envolvente, mantém o leitor em tensão durante todo o desenvolver da história. No decorrer do texto, são apresentadas pistas que ajudam a elucidar o caso, mas o mistério só é resolvido no final da narrativa. Os diálogos são rápidos, em especial quando se trata de interrogatórios. A narrativa de enigma clássica apresenta sempre duas histórias distintas: a do crime e a da investigação. Em geral, durante o processo de investigação, relata-se a história do crime. Além um detetive perspicaz, esse gênero requer que a lógica de resolução do enigma seja perfeita, sem falhas.

Assista um exemplo de conto de enigma:

Questão: 1- No conto a liga dos Cabeças vermelhas, como Sherlock Holmes deduziu que o Sr. Wilson já tinha sido operário, viajado em navios, estado na China e escrito muito ultimamente?

Vamos ler o conto: Os dançarinos

De Arthur Conan Doyle – Clique abaixo:

Quem é Ágata Christie? Pesquise.

Vamos ler o Caso dos dez negrinhos

DEZ SOLDADINHOS SAEM PARA JANTAR, A FOME OS MOVE;
UM DELES SE ENGASGOU, E ENTÃO SOBRARAM NOVE.

NOVE SOLDADINHOS ACORDADOS ATÉ TARDE, MAS NENHUM ESTÁ AFOITO;
UM DELES DORMIU DEMAIS, E ENTÃO SOBRARAM OITO.

OITO SOLDADINHOS VÃO A DEVON PASSEAR E COMPRAR CHICLETE;
UM NÃO QUIS MAIS VOLTAR, E ENTÃO SOBRARAM SETE.

SETE SOLDADINHOS VÃO RACHAR LENHA, MAS EIS
QUE UM DELES CORTOU-SE AO MEIO, E ENTÃO SOBRARAM SEIS.

SEIS SOLDADINHOS COM A COLMEIA, BRINCANDO COM AFINCO;
A ABELHA PICA UM, E ENTÃO SOBRAM CINCO.

CINCO SOLDADINHOS VÃO AO TRIBUNAL, VER JULGAR O FATO;
UM FICOU EM APUROS, E ENTÃO SOBRARAM QUARTO.

QUATRO SOLDADINHOS VÃO AO MAR, UM NÃO TEVE VEZ;
FOI ENGOLIDO PELO ARENQUE DEFUMADO, E ENTÃO SOBRARAM TRÊS.

TRÊS SOLDADINHOS PASSEANDO NO ZOO, VENDO LEÕES E BOIS,
O URSO ABRAÇOU UM, E ENTÃO SOBROU DOIS.

DOIS SOLDADINHOS BRINCANDO AO SOL, SEM MEDO ALGUM;
UM DELES SE QUEIMOU, E ENTÃO SOBROU SÓ UM.

UM SOLDADINHO FICA SOZINHO, SÓ RESTA UM;
ELE SE ENFORCOU, E NÃO SOBROU NENHUM.

ATIVIDADE:

  1. Você vai assistir a um filme que seu professor escolheu. Ao final, em duplas, discutam as perguntas. A- Qual é o conflito? B- Qual é o clímax? C- Qual é o enigma? D- Você conseguiu desvendar o enigma? Como? E- Há clima de suspense? Como ele é criado? F- Você acha que a história de enigma envolve mais quando é retratada em livro ou em filme? Por quê?

RESOLVA OS ENIGMAS

  1. Um navio japonês foi assaltado e seu tesouro roubado. Piratas chegaram ao navio e questionaram os três únicos suspeitos: o cozinheiro, o médico e um marinheiro.

2- O cozinheiro disse que não tinha sido ele, pois estava cortando sushi; o médico disse que não havia sido ele, pois estava atendendo um passageiro com enjoo; o marinheiro disse que não havia sido ele, pois estava virando a bandeira.

Quem roubou o tesouro e como você descobriu?

3-Uma excursão, ao andar em um deserto, encontra o cadáver de um homem, um paraquedas e um palitinho de dente. Qual a explicação para isso?

4-JHON SENHOR


Sr . John, é um empresário rico que vive e faz as coisas sozinho. Num domingo, ele resolveu dar  uma festa em sua casa, chamou muitas pessoas. Na manhã do dia seguinte ele foi encontrado morto, lá tinha cinco suspeitos que haviam ficado na casa após a festa.
Seu melhor amigo, seu Tio, seu irmão, sua namorada e sua faxineira. A namorada disse que estava dormindo, quando a acordaram dizendo que ele tinha sido  assassinado. Seu melhor amigo disse que estava assistindo ao Futebol, quando foi chamado para assistir ao jogo, ele estava morto.

 Logo liguei para polícia. O tio disse que estava na sala de jantar tomando café da manhã. Seu
irmão disse que estava na piscina dando uns mergulhos. A faxineira disse que
estava varrendo o chão como fazia todo dia. Logo prenderam o assassino. Quem foi preso?

5-COMIDA
O dia estava chuvoso,
e os funcionários do restaurante chegaram para trabalhar . Tinha muito serviço,
começaram pela organização da cozinha e depois separar os alimentos das
receitas a serem preparados .De repente a cozinha pegou fogo. A perícia
constatou que naquele momento alguém havia deixado o álcool ao lado do fogão. A
cozinheira disse que estava colhendo as verduras na horta do restaurante, a
ajudante disse que estava estendendo no sol os panos de prato que tinha lavado
e o chefe da cozinha disse que tinha saído para comprar alguns itens que
faltavam… Quem foi o culpado?

Revista Enigmas

Vamos produzir um conto de enigma ou mistério? Leia os critérios:

Esta imagem possuí um atributo alt vazio; O nome do arquivo é image-5.png

O Enigma da Água

(Assistir e responder as questões)

1- Em sua opinião, o curta metragem possui um enigma a ser desvendado? Por quê?

2- O que cai na água?

2- Descreva em 2 linhas o que acontece no filme. 

3- Complete ouvindo  novamente o filme:  A água formula um __________ e arremessa na ___________. Leva o ____________pela correnteza. Para que o homem com esperteza desvende um _______________. Sem _________o homem corre e não pode contar com a ___________.Na água mergulha para sempre escapar da __________. Ao desvendar o  mistério, mesmo no curso mais fundo como água o homem emerge à superfície do mundo.  Ao cair como água, o enigma vira certeza e o homem       antes seco e sem vida se torna parte da ___________.

3-  No trecho anterior encontre uma comparação e uma metáfora.

4- Explique com suas palavras qual é o enigma da água. Compartilhe com a classe.

Publicado en 5º e 6º Estágio Nível 2, AULA DE LÍNGUAS, POEMAS/CONTO/ LITERATURA AFINS, PORTUGUESE CLASS FOR FOREIGNS

Sites sobre poetas/poesia especialmente em América.

Publicado en AULA DE LÍNGUAS, POEMAS/CONTO/ LITERATURA AFINS, PORTUGUESE CLASS FOR FOREIGNS

Festival Internacional de poesia em Dois Córregos- São Paulo

Festival reúne poetas brasileiros e estrangeiros na cidade que já ganhou fama de ‘capital da poesia’

Dois Córregos traz em junho o chileno Raul Zurita, a argentina Graciela Wencelblat e o brasileiro Arnaldo Antunes em evento com o tema ‘Por um mundo mais poético’

Dois Córregos, 20/05/2008 – A segunda edição do Festival Internacional de Poesia de Dois Córregos acontece nos dias 13, 14 e 15 de junho e vem para confirmar a fama da cidade de ‘capital da poesia’. Promovido pela Prefeitura Municipal e pelo Instituto Usina de Sonhos, o festival realizará 16 atividades, entre palestras, mesas redondas, apresentações artísticas e saraus em torno do tema ‘Por um mundo mais poético’. O objetivo é discutir o lugar da poesia na vida moderna e como ela pode modificar visões de mundo.

Dois Córregos, localizada no centro do Estado, tem cerca de 25 mil habitantes e há dois anos passou a promover a inclusão cultural por meio da poesia, por meio do projeto EntreVersos. A iniciativa apóia a produção de textos poéticos em escolas, indústrias, comércio, zona rural e penitenciária da cidade. O sucesso foi tão grande que culminou na edição do primeiro festival, realizado no ano passado. O II Festival traz agora novas atrações.

Na programação, palestras com Raul Zurita, poeta chileno premiado que participará do Festival Internacional de Literatura de Berlim deste ano; Graciela Wencelblat, poetisa argentina com publicações traduzidas para o português e francês; Arnaldo Antunes, cantor, compositor, músico e poeta; Rafael Raposo, ator principal do filme em homenagem a Noel Rosa, ‘Poeta da Vila’, além de mesas redondas com estudiosos. ‘As discussões deverão nos mostrar como a poesia pode mudar comportamentos, enriquecer a alma e criar uma cultura mais expressiva e aberta’, diz o empresário José Eduardo Mendes Camargo, fundador e presidente do Instituto Usina de Sonhos.

Além de idealizador do projeto Entre Versos, que contaminou a cidade, Camargo também é empresário e vice-presidente do Ciesp (Centro das Indústrias do Estado de São Paulo).

Palestras e discussões

O evento começa no dia 13 com jantar de abertura e sarau. No dia 14, após abertura oficial, a poetisa argentina Graciela Wencelblat apresenta palestra sobre ‘A inquietude da poesia’, seguida de painéis sobre poesia nas escolas, poesia em outros segmentos sociais e centenário da morte de Machado de Assis. Em seguida, acontece uma sessão de declamações e depoimentos de participantes do projeto EntreVersos. A poetisa e educadora Teruko Oda encerra a manhã com uma palestra sobre haikai – forma poética de origem japonesa que valoriza a coesão e objetividade.

Na tarde do dia 14, o conferencista Fábio Lucas, da Academia Paulista de Letras (APL), fala sobre poesia moderna, seguido de uma mesa redonda comandada por Levi Bucalem Ferrari, presidente da União Brasileira dos Escritores (UBE). Após um intervalo, o ator Rafael Raposo fala sobre sua participação no filme ‘Poeta da Vila’ (do diretor Ricardo Van Steen), em que encarnou o compositor Noel Rosa, papel pelo qual foi reconhecido como ‘Ator do Ano’ pelo SESI de São Paulo. A programação do dia se encerra com apresentações de poesia popular.

Na manhã do dia 15, uma palestra sobre ‘Espiritualidade na poesia’, com Ulisses Riedel, abre a programação, seguida de uma palestra do o poeta, cantor e compositor Arnaldo Antunes, falando sobre ‘Poesia e Literatura’. Quem fecha a programação é o poeta chileno Raul Zurita, que apresentará trechos de sua obra ‘A Nova Vida’. Às 12h haverá uma apresentação da Banda do SESI de Limeira, seguida de almoço.

Projeto EntreVersos

Lançado em dezembro de 2006, o projeto EntreVersos conseguiu, com sucesso, envolver a população de Dois Córregos. A idéia era estimular a leitura e livre expressão da criatividade artística em diversos segmentos sociais, proporcionando ainda o surgimento de novos talentos.

O projeto ajudou a transformar a cidade. Professores da Rede Pública de Ensino envolvem seus alunos com poesia. Nas indústrias, funcionários têm espaços para a criação e discussão de poemas, que depois são publicados em murais.

Por meio do EntreVersos, com apoio das autoridades locais, as reeducandas da Casa de Detenção da cidade escrevem sobre suas experiências e manifestam seus sentimentos por meio da poesia. Depois, publicam os textos nos jornais da cidade. Nos canaviais e nas plantações, agricultores declamam poemas que eles mesmos escrevem.

Instituto Usina de Sonhos

Fundado em agosto de 1995 em Dois Córregos (SP), o Instituto Usina de Sonhos tem como missão transformar a sociedade por meio da linguagem poética, instituindo a cultura da paz e da não-violência. Para isso, busca envolver autoridades, instituições sociais e a comunidade em parcerias e projetos voltados à arte-educação, integrando atividades culturais ao ensino nas escolas, incentivando formas variadas de expressão da criatividade e promovendo o interesse por estudos literários e poéticos. Dessa forma, o instituto valoriza ações positivas que ajudem na construção de uma sociedade mais democrática.

A Usina de Sonhos e seus projetos têm o reconhecimento da Abrinq (Associação Brasileira de Brinquedos) e da Unesco – Órgão das Nações Unidas para o Desenvolvimento da Cultura.

Mais informações:
Com Texto Comunicação & Marketing
Murilo Barbosa – Assessor de Imprensa
16 3324 5300
16 9192 9775
murilo@ctexto.com.br
http://www.ctexto.com.br/

Fontes:
Colaboração de Douglas Lara, in Acontece em Sorocaba, www.sorocaba.com.br/acontece
http://www.panoramio.com/ (imagem)

https://nuhtaradahab.wordpress.com/2008/05/21/festival-internacional-de-poesia-de-dois-corregos-sp/

Publicado en AULA DE LÍNGUAS, PORTUGUESE CLASS FOR FOREIGNS

Cláudia Raia sugere campanha mundial de oração para combater coronavirus

Assista ao vídeo abaixo e ouça sobre um encontro marcado para realizar orações com a intenção de melhorar a situação triste que vivemos. Você acredita no poder da oração? depois de assistir iremos comentar!

Publicado en POEMAS/CONTO/ LITERATURA AFINS, PORTUGUESE CLASS FOR FOREIGNS

Figuras de linguagem

Vamos praticar? Acesse o botão abaixo e teste seu conhecimento em relação às diversas figuras de linguagem!

Fonte: https://aprovadonovestibular.com/resumo-figuras-linguagem-exemplos-exercicios.html

Publicado en AULA DE LÍNGUAS, POEMAS/CONTO/ LITERATURA AFINS, PORTUGUESE CLASS FOR FOREIGNS

PODCAST – CONVIDADA A POETA SILVANA DUARTE

Episódio 22 – Pedro Mendes Trilhas Literárias

Neste episódio, teremos o jovem escritor Pedro Mendes, falando de quando começou a escrever e dos seus livros: – Acroase – Desalentos de um Pseudo Jovem Poeta – O Homem que perdeu a Alma — Send in a voice message: https://anchor.fm/edson-gomes4/message
  1. Episódio 22 – Pedro Mendes
  2. Episódio 21 – Vinícius Bellchior
  3. Episódio 20 – Alex Maktub
  4. Episódio 19 – Susanne Florencio
  5. Episódio 18 – Duda Pachelli